Rede Pwn3ed:
Pwn3ed
League of Legends
Master Smite
Smite

quinta-feira, 22 de maio de 2014

O que é eSport? - Parte 1

Se você perguntasse "O que é College Football"  para alguém que cursava a faculdade em Michigan ou Texas, eles ficaram bem consternados.

Eles deveriam tentar te dar uma inacabável definição dicionário de jovens se batendo e chutando uma bola para acumular pontos em 3s ou 7s? Ou brigar para converter você à emoção primitiva de rugir uma música de briga com 100,000 companheiros fãs, dando abraços em todos à vista enquanto se está bêbado naquela vitória no último minuto?

São 10 jardas para o primeiro cair, mas o hino é a Rihanna, cheirando bebida de uma fraternidade duas quadra dali, remixada com o som dos grilos da Família Buscapé. Isto é um tema que os fãs irão gastar em passagens aéreas, mensalidades superfaturadas de televisão e incontáveis fins de semana do resto de suas vidas querendo reviver o momento.

A pessoa perguntada geralmente vai demarcar algo antes. Você não conseguirá entender o College Football até que tenha experimentado, de preferência com um amigo ou guia experiente.

Defina isso pl0x

Tentar definir eSporsts não é diferente.

Tecnicamente, eSports são video-games jogados de modo competitivo, particularmente entre profissionais. É sobre tecladas e cliques de mouse, mas também é sobre o titânico embate de instintívos reflexos, execuções táticas de veias gélidas e vontade indomável de vencer. Pegue seu lugar na arena digital banhada na glória e desespero dos competidores, seja ela tipo-Jogos-Vorazes, um tabuleiro de cartas ou as profundezas do espaço.

Você gosta quando um quarterback faz uma cobertura segura somente com o movimento dos seus olhos, ou quando um atacante chuta ao gol de um modo que ninguém poderia visualizar, quem dirá defender? Você já adora eSports, talvez só não saiba disso ainda.  



Ninguém a deu a vitória, ninguém comprou - ela conquistou por si mesmo. As pessoas cantando não se importam sobre seu gênero, orientação, a vizinhança em que cresceu, sua raça. Eles só se importam que ela ganhou.

E eles rugem.



É sobre pessoas direcionando seus impulsos para uma máquina que passa a ação para uma tela. É sobre o rugido de uma multidão quando um grão-mestre de um jogo de estratégia, ou bonjwa, encara uma situação tradicionalmente perdida, mas revela uma nova tática que destrói o conhecimento convencional de impossibilidade. Milhares de horas de prática e teoria proclamando o que nunca seria feito transformadas em pó.

Ninguém havia feito isto antes porque não eram ele.

É o momento em que seus olhos brilham quando vê a "zebra". SUA garota, finalmente indo para as grandes ligas por atirar, correr, driblar ou pensar mais do que todos em seu caminho. Todos na arena cantando seu nome. Ninguém a deu a vitória, ninguém comprou - ela conquistou por si mesmo. As pessoas cantando não se importam sobre seu gênero, orientação, a vizinhança em que cresceu, sua raça. Eles só se importam que ela ganhou.

E eles rugem.

Talvez você esteja dançando na frente do sofá com suas mãos cubrindo os olhos enquanto fala o máximo possível de besteiras com seu melhor amigo do seu lado, rindo até faltar ar. Você segura firme o joystick empurrado à frente para mandar seu quarterback à última zona num jogo da EA, seus carriers à base inimiga em StarCraft, o tiro de plasma finalizador de jogos em Halo. É a vitória, e ela é doce.

eSports é tudo isso e mais.

Mas, como sempre, a melhor definição fica em algum lugar entre o dicionário e a alma - pelo menos até você experimentar com um amigo ou encontrar um fã veterano como guia.

Alguém pode certamente questionar se eSports é um esporte de verdade. Afinal, os movimentos físicos estão há muito removidos do que você veria no rugby ou hockey. Ainda assim, nos maiores níveis, notavelmente nas amádas franquias StarCraft, League of Legends, DOTA e Call of Duty, habilidades físicas e mecânicas são colocadas como algo a mais.

Os jogadores se aposentam pouco antes dos 30 antes, o mais tardar, para dar vez a jogadores mais jovens e habilidosos.

Equipes de elite tem calendários estritos, tanto quanto equipes de técnicos, viseiros e analistas na folha de pagamento. Torneios sugam dias, e um jogador fora de forma não irá aguentar o rigor de várias partidas de alta pressão em sequência. Uma melhor de 7 na NBA é jogada por uma semana - uma melhor de 7 na maioria dos eSports é jogada em um dia. Jogadores de elite precisam ir à academia para manter a energia, ainda que nem todo mundo esteja em forma. Não muito diferente de Tênis de Mesa ou Tiro em várias formas.

Jogadores profissionais praticam por aproximadamente 12 horas por dia, competem contra outras equipes por milhões de prêmio em dinheiro e glória (e isso é antes da exposição e reconhecimento massivos das streams ao vivo na internet pela possível aquisição da Twitch.TV pelo Google) e tem que ficar de olhos abertos para os jovens talentos não pegarem seus lugares em um piscar de olhos.

O quão bons são os jogadores profissionais de eSports? De uma espiadinha na toca do coelho (até os 3:00):


Realmente parece um esporte...

Fonte: http://esportsguy.com/what-is-esports/

Se você quiser pode acessar esse post no site novo da Pwn3ed, clique aqui e acesse!
Share:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

© Pwn3ed! Todos os direitos reservados | Design por Gradash adaptado apartir de Gradash