Rede Pwn3ed:
Pwn3ed
League of Legends
Master Smite
Smite

sexta-feira, 23 de maio de 2014

Entrevista com Vex, diretor da paiN!

Nesta quarta-feira, o diretor da paiN gaming, Vex, deu uma entrevista para a GosuGamers e para a TeamPlay. Transcrevemos ela abaixo:

Saiba como foi feita a negociação com o trio sul-coreano e as expectativas da organização para com a sua "nova" equipe de League of Legends.

No último sábado a paiN Gaming anunciou o nome dos jogadores escolhidos para substituir Fábio "Venon" Guimarães e Gustavo "Minerva" Alves. E para a surpresa de todos, a organização brasileira anunciou que os reforços vinham de fora do país, mais precisamente da Coréia do Sul.

Tratavam-se de Han "Lactea" Gihyun e Kim "JJOO" Joo-Sung, jogadores que atuaram pelo Midas Fio na última edição da OGN Champions Spring 2014. Além da dupla, a organização brasileira contratou também a estrela Yoon "MaknooN" Ha-woon para atuar como Treinador e Analista da equipe.

   Vex conversando com os jogadores da paiN

Primeiramente, você poderia se apresentar para comunidade falando um pouco sobre você e a sua trajetória no mundo do e-sports?

paiN Vex: Olá. Para quem não me conhece, minha “história”, se é que podemos chamar assim, começou lá nos tempos de Call of Duty 2. Mas em relação ao "jogos do momento" eu iniciei na Nex Impetus, aonde eu entrei na organização como sócio e diretor. Passei bons anos na neX.i, onde vivi uma das melhores épocas relacionadas ao e-Sports na qual conquistamos muitos e muitos títulos.Desde Outubro de 2013 faço parte da paiN Gaming e tenho certeza que aqui é o lugar certo para estar e conseguir desenvolver todas as minhas ideias.
Sem sombras de dúvida 2013 foi o melhor ano da história da paiN Gaming no League of Legends. A equipe ganhou o Campeonato Brasileiro, a medalha de prata no Desafio Internacional e disputou dois grandes torneios fora do país. A paiN também começou bem 2014, com a medalha de prata do Desafio Global São Paulo, mas depois disso a equipe começou a sofrer com instabilidades em sua formação e os resultados já não eram os mesmos do passado. Além dessa reformulação na line-up o que a organização pretende fazer para que a paiN Gaming volte ao top de nosso cenário?
paiN Vex: Como em qualquer esporte, todo clube passa pelos seus altos e baixos. E no esporte eletrônico não é diferente. Aqui temos a sorte de contarmos com pessoas e jogadores foras de série, que se dedicam e tem sempre a vontade de vencer. Isso nos dá a motivação necessária para que possamos sempre evoluir. Em relação a equipe de League of Legends trouxemos dois jogadores sul coreanos para que juntos, com a nossa base, eles possam colocar a paiN de volta ao seu lugar. Em relação a organização vocês podem esperar novidades em breve.

A paiN não foi a primeira equipe brasileira a contratar jogadores enstrangeiros no League of Legends. Em Fevereiro nós vimos a kStars contratando a dupla sul-coreana SuNo e Winged depois da organização realizar uma negociação lá na Coréia. Como foi feita a negociação entre a paiN e Lactea/Olleh e como surgiu a ideia de trazer eles para o Brasil? Foi uma necessidade por conta dos últimos resultados da equipe?

paiN Vex: A ideia de trazer estrangeiros não foi recente, tanto é que chegamos a cogitar trazer um AD Carrier lá de fora para a vaga do MGuilder. Mas isso não aconteceu por que encontramos no owN as qualidades certas para essa função. O contato com os sul coreanos foi todo através do Maknoon e do PAADA, que é o Fundador da paiN Gaming.

Assim que a paiN divulgou a saída de Minerva e Venon muitas pessoas nos bastidores começaram a discutir sobre quais seriam os novos jogadores da equipe, cogitando até Araneae e inSec. Além de Lactea e Olleh vocês chegaram a negociar com outros jogadores? Se sim, você poderia nos dizer quais?

paiN Vex: Como toda a negociação foi feita entre o PAADA e o Maknoon, eu não sei todos os nomes. Mas eu acredito que tenham tido outros.

Vex conversando com Olleh

Para trabalhar como treinador e analista da equipe, a paiN contratou Maknoon, um ex-jogador profissional sul-coreano que defendeu grandes equipes locais. Você poderia nos falar um pouco mais sobre como será feito isso? Maknoon trabalhará da mesma forma que MonteCristo no CLG, quando o comentarista viaja de vez enquando para os Estados Unidos?

paiN Vex: Todas as equipes de ponta do cenário ocidental possuem treinadores renomados e que nem sempre moram na gaming house. Aliás, o único caso no qual o treinador vive com a equipe é na Cloud9 e na TSM. Todos os outros times de ponta trabalham com o treinador à distancia. Essa fórmula já é testada e no começo está funcionando muito bem para  a paiN. 

Ainda falando sobre o trabalho de Maknoon, qual será o foco dele inicialmente? Já houve uma conversa entre ambas as partes? E existe a possibilidade dele jogar pela paiN no futuro?

paiN Vex: Todos os jogadores da paiN Gaming são experientes e chegaram em comum acordo com o Maknoon sobre o que será trabalhado. Mas por questões estratégicas não posso revelar o que é feito, mas tenham certeza que o resultado será visto bem rápido. Sobre trazer o Maknoon ao Brasil, quem sabe?

Pouco tempo após a paiN anunciar o novo projeto, seus fãs começaram a questionar sobre por quanto tempo os jogadores, e também Maknoon, vestirão a camisa do time. Eles vão ficar somente até o térimino desta temporada? E quais são os objetivos da organização para com essa aventura?

paiN Vex: Essa pergunta tem uma resposta bem fácil. A ideia é que essa seja a última troca de line-up da paiN Gaming por um bom tempo. Nosso objetivo é, e sempre foi sermos o vencedores e conseguirmos atender a todas as necessidades dos nossos fãs.

    Vex recebendo os jogadores sul-coreanos no aeroporto

Apesar disso não ter sido mencionado no anuncio do novo projeto, a paiN Gaming pretende fazer um bootcamp fora do país? Se sim, isso será condicional a uma possível classificação do time para um torneio importante? E para onde a equipe poderia viajar?

paiN Vex: O bootcamp sempre é um ponto interessante em qualquer planejamento, mas ainda não há nada definido. Na última vez que a paiN Gaming foi para a Alemanha, para a disputa do WildCard, fizemos um bootcamp e a ideia é sempre fazer melhor que a vez anterior.

Nesse domingo os coreanos tiveram o seu primeiro contato com as outras equipes brasileiras na disputa do primeiro dia da quarta rodada da Liga Brasileira - Série dos Campeões. O resultado obtido foi o esperado? Você acha que agora a paiN consegue desencantar e se classificar para os playoffs?

paiN Vex: Acho que o resultado fala por si só, e assim como todos vocês, nossos fãs, nós também esperamos estar em Fortaleza.

Para finalizarmos essa entrevista, eu gostaria de agradecer pela oportunidade e deixar esse espaço reservado para a sua consideração final!

paiN Vex: Gostaria de agradecer a todos vocês que torcem pela paiN Gaming e a todos os nossos patrocinadores, Razer, Avell, ALPHA PCS, Twitch.tv. Agradeço também a TEAMPLAY pela oportunidade. Até Fortaleza.


Fonte: TeamPlay
avatar
Comentário Desnecessário do Poster:
BuballooTomara que essas contratações continuem a ajudar o nível competitivo brasileiro a subir ^^


Se você quiser pode acessar esse post no site novo da Pwn3ed, clique aqui e acesse!


Share:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

© Pwn3ed! Todos os direitos reservados | Design por Gradash adaptado apartir de Gradash