Rede Pwn3ed:
Pwn3ed
League of Legends
Master Smite
Smite

terça-feira, 27 de maio de 2014

A Selva e suas Mecânicas

Se você quiser pode acessar esse post no site novo da Pwn3ed, clique aqui e acesse!

Texto escrito por Christopher 'Duffman' Duff. Atualmente Diamante 5 em SoloQ e Diamante 4 em ranqueadas de equipe com a conta AZo Duffman no servidor EUW.

Gente, o conteúdo é realmente interessante! Aproveitem! ;)

Compreendendo como a Selva Funciona e sua Mecânica “Reerguer”

A selva sempre foi o elemento mais controlável no League of Legends. Você tem 6 campos de monstros neutros, 4 campos normais e 2 campos de buff, que sempre estão disponíveis em intervalos curtos de tempo.

Esse artigo é minha tentativa de jogar uma luz sobre um dos recursos mais incompreendidos e mal aproveitados do jogo. O atual estado da selva é muito mais recompensador do que incialmente parece, e se você conseguir entender como ela funciona, será capaz de tirar o maior proveito da mesma.



Mecânicas da Selva

Antes de entrar direto no assunto, existem alguns pontos sobre a selva que precisam ser entendidos.

Com o retrabalho da selva na 4ª Pré-Temporada, cada monstro neutro tem um determinado nível. Esse valor é atualizado cada vez que o monstro renasce, assim como sua força e recompensa. Barão Nashor e o Dragão são exceções, já que seus níveis escalam de maneira dinâmica ao longo da partida.



  • Nível do Campo = [média do nível de todos os campeões presentes na partida a partir do momento do renascimento];

  • Recompensa em Ouro = [Ouro Base] + [Ouro por nível * Nível do Campo];

  • Recompensa em EXP = ([EXP base] + [EXP por nível * Nível do Campo]) * (1 + (0,5 * diferença de nível)).

Apesar do escalonamento das recompensas em Ouro e EXP ao longo da partida ser pequeno, o que realmente importa é o multiplicador da EXP baseado no seu nível.

0,5 * Diferença de nível

Isso basicamente significa que para cada nível que seu campeão esteja abaixo do nível do campo, você ganhará um adicional de 50% de EXP.

1º exemplo: se o seu campeão ganharia 150 de EXP, mas o seu nível é 1 a menos que o nível do campo. Então você ganhará 75 a mais, totalizando 225 de EXP.

2º exemplo: se o seu campeão ganharia 150 de EXP, mas o seu nível é 2 a menos que o nível do campo. Então você ganhará 150 a amis, totalizando 300 de EXP.

Nota: isso só vale para casos em que o nível do campo é maior que o nível do seu campeão. Caso contrário, você apenas ganhará a EXP base do campo.

Por que isso é importante? É potencialmente um recurso substancial de EXP que nunca ouvi ninguém comentar ou usar eficientemente essa informação. Se você conseguir manusear bem seu tempo e movimentação pelo mapa (capacidade que deve estar ao alcance de todo que queriam jogar na selva) você pode melhorar seu ganho de EXP na selva, enquanto ainda é eficiente para ter influência no início da fase de rotas.

Exemplo em Jogo

Abaixo, alguns exemplos que encontrei jogando como caçador da selva, que ajudam a enfatizar como o jogador pode manipular a selva para obter EXP bônus.

Exemplo 1 – O Último Lacaio

Vamos presumir que você está limpando a rota do meio e falta apenas 1 lacaio mago para subir para o nível 5. Mas os Espectros já renasceram e você planeja mata-los antes de voltar para a base. Você tem duas escolhas nesse caso:

  • Matar o último lacaio e depois ir para os Espectros: após matar o lacaio (30EXP) você sobe para o nível 5 e vai para os Espectros (163EXP). Nisso você acaba no nível 5 com 190XP;

  • Não matar o último lacaio e depois ir para os Espectros: nesse caso você deixa o último lacaio para trás e vai para o campo dos Espectros no nível 4. Sendo que eles provavelmente já estão no nível 5, você ganhará 50%EXP (244EXP). Assim você acaba no nível 5 com 240EXP.

Apesar de que existem outros fatores envolvidos nesse caso, como os 15 de ouro do lacaio mago, isso é um exemplo de como você pode manipular seu nível e tirar proveito de como a selva funciona. Aqui estamos querendo maximizar o ganho de EXP.

Exemplo 2 – Segunda Rotação de Buffs

Esse é um exemplo ainda mais gritante quando levarmos em conta a segunda vez que o Lagarto Ancião renasce. Presumindo que você começou no seu Lagarto primeiro, e o jogo já está na marca dos 06:30min – 07:00min, quando você normalmente está no nível 4 quase chegando no 5 e fez várias embocadas, ajudando bastante o seu time. Agora você tem uma escolha para fazer. Você pode matar os Espectros e subir para o nível 5 e então fazer o seu Lagarto. Mas se você pretende atingir o nível 6 o mais rápido possível, você deveria fazer o Lagarto enquanto ainda estiver no nível 4 e só então ir para os Espectros.

  • Espectros primeiro e então o Lagarto: após matar os Espectros, você ganhará aproximadamente 160EXP e subirá para o nível 5. Então você fará o Lagarto (que nascerá no nível 6) e ganhará 50%EXP (470EXP). Nisso você termina no nível 5 com 500EXP;

  • Lagarto primeiro e então Espectros: fazer o Lagarto no nível 4 lhe garantirá 100%EXP (630EXP) e você subirá para o nível 5. Agora mate os Espectros (160EXP). Você terminará no nível 5 com 650EXP. Nota: para subir do nível 5 para o 6 são necessários 680 pontos em EXP. Isso significa que tomar esse curso de ação pode lhe dar uma boa vantagem quando quiser chegar rapidamente ao nível 6.

Exemplo 3 – Os Acumuladores de Labareda Selvagem vs Caçadores de Emboscadas

Quando seu objetivo é ter uma Labareda Selvagem, muito provavelmente o melhor a se fazer é limpar o maior número de campos no menor tempo possível, mas sua pressão nas rotas será quase nula. Como um exemplo extremo, vou usar um caçador limpando completamente a selva na sua primeira rotação desde o nível 1 e vou comprar com um caçador que está escolhendo com cuidado quais campos ele limpará enquanto lidera emboscadas.

  • Labareda Selvagem: sua rota consistirá em Lagarto (303EXP), Golem Ancião (303EXP), Criatura (152EXP), Lobos (162EXP), Espectros (152EXP) e Golens (183EXP). Totalizando: 1255EXP e terminando no nível 4 com 115EXP.


    Como  esse caçador limpou, consecutivamente, todos os campos começando do nível 1, ele ganhará a EXP Base em todos os campos.

  • Caçador de Emboscada: sua rota consistirá em Lagarto (303EXP), Golem Ancião (303EXP), Lobos (162EXP), emboscada (potencialmente 0EXP), Lobos (253EXP) e Criatura (158EXP). Totalizando: 1179EXP e terminando no nível 4 com 39EXP.


    Como esse caçador está administrando seu tempo entre emboscadas e pressão nas rotas, ele terá mais chances de conseguir uma assistência ou um abate. Ele poderá ter cerca de 50s – 60s para gastar como quiser antes que os Lobos renasçam, e contanto que ele volte para o campo dos Lobos ainda no nível 3, ele ganha EXP o suficiente para atingir o nível 4 quando limpar outros campos menores. Nisso ele passa menos tempo na selva e consegue ajudar seus aliados. Caso o caçador consiga um abate ou assistência (180EXP), ele poderá atingir o nível 4 sem nem mesmo precisa fazer a Criatura.

    Aqui nós vemos uma clara diferença de recompensa entre os dois tipos de caçadores. Enquanto o caçador mais focado em limpar seus campos terá mais ouro, o caçador de emboscadas tem mais chance de criar uma vantagem para seu time no geral. Além disso, caso você consiga roubar algum campo do caçador inimigo, você poderá atrasar eles e ainda manter o bônus de EXP na sua selva.

Potencial

Enquanto eu exploro mais as consequências dessa Mecânica de Experiência, estou descobrindo mais possibilidades para diferentes campeões e maneiras de jogar na selva.

Os Caçadores mais Lentos

 

Nesse caso, esse estilo mais controlado de jogar na selva lhe permite jogar com esses caçadores mais lentos sem ficar muito para trás no quesito EXP.

Todos esses campeões tem algumas coisas em comum. Todos eles precisam de pouco ouro para serem úteis, diferente de campeões como Kah’Zix e Pantheon que precisam de itens para de manterem a par contra deus adversários. Controlando quais campos você limpa lhe permite passar menos tempo preso na selva e aplicando mais pressão nas rotas sem que você sinta falta de EXP.

Os Caçadores Baseados em MP

 

 O bom dessa estratégia é que ela funciona bem com o tempo de recarga do Golpe. Caçadores como Maokai normalmente precisam de muita mana para fazer seu trabalho, limpando campos e fazendo emboscadas. Administrar bem os campos que você limpa é algo que pode lhe ajudar a manter sua mana alta, fazer emboscadas e ainda ter EXP e não ficar para trás. Isso é especialmente eficiente para se manter a par contra caçadores que não necessitam de recursos para serem bons como Elise ou Lee Sin.

Os Caçadores Baseados em Ultimate



Esses campeões são aqueles que dependem da sua ultimate para atingir seu poder máximo e contribuir horrores para seu time, mas que ainda possuem um bom potencial para emboscadas no início do jogo e são bons duelistas. Graças a essa mecânica de EXP atual, caçadores como o Shen podem passar muito tempo fazendo emboscadas, não se preocupar muito com os campos e ainda não ficar para trás em EXP caso suas emboscadas não saiam como planejado.

Lições para Aprender

Há algumas coisas que aprendi que acredito que fazem muita diferença para me ajudar a entender a selva e meu papel como caçador.

Administração do meu Tempo

Explorando as limites da selva, acredito que o meu maior aprendizado foi o de como usar bem o meu tempo. Nunca mais desperdiçarei meu tempo, enquanto jogo de Wukong ou Shen, digitando para meu time: “Não posso ajudar agora. Precisa chegar logo no nível 6”. Sabendo quando reiniciar os campos e quando voltar para eles, consigo ser muito mais eficiente.

Administração dos Campos

Muito comumente perdemos EXP por não sabermos como elaborar nossa rota pela selva. Por exemplo, se começar no Lagarto, depois Espectros e então Golem Ancião, você acabará reiniciando o campo dos Espectros muito cedo, e eles não estarão no nível 4. Assim você perde potenciais 50% bônus de EXP. Contudo, se começar no Golém Ancião e então ir para os Lobos, você terá acesso a um futuro campo de Lobos nível 4 depois de uma emboscada.

Rotação de Buffs

Apesar de entender a importância da segunda rotação de buffs, nunca consegui perceber seu verdadeiro potencial no jogo. Acredito que a segunda rotação de buffs pode decidir como o jogo vai se desenrolar, pelo menos do ponto de vista de um caçador da selva. O potencial de EXP extra desses campos pode ajudar até o mais atrasado em nível dos campões a se reerguer.

Caso você veja que o caçador inimigo está para trás em EXP, você pode puni-lo roubando seu campo de buff. Isso também vale para você, que pode estar atrasado. Se esse for o caso, você deve pedir ajuda para seu companheiro para que eles não deixem que o caçador inimigo roube seus campos.

Um exemplo extremo foi quando eu decidi fazer meus dois campos de buff e simplesmente esperar eles renascerem, sem nem encostar nos monstros dos outros campos. Nesse caso os campos renasceriam no nível 4 e eu ainda estaria no nível 2. Simplesmente o primeiro campo me concedeu 200% a mais de EXP e quando terminei meu segundo campo de buff, estava a menos de 60 pontos de EXP para atingir o nível 6.

Pontos Positivos e Negativos

Assim como vários elementos no League, jogar sua selva se baseando nessa mecânica de EXP também trazem vantagens e desvantagens.

Renda de Ouro

Seguindo esse método, um caçador que se preocupe mais em limpar os campos de monstros, inevitavelmente terá mais ouro que você. Caso você seja infeliz em todas as suas emboscadas, você ficará para trás em questão de ouro. Se o caçador inimigo se sentir audaz de mais e roubar seus campos enquanto você faz uma emboscada, sua situação piora.

Contudo, esse método lhe garante muito tempo livra para bolar emboscadas e caso elas sejam bem sucedidas, você poderá ganhar cerca de 300 de ouro por cada abate e um pouco por assistências. Isso facilmente compensa o ouro que você perdeu por não caçar os campos da selva. Além de trazer vantagens para os seus aliados nas rotas.

Invasão da Segunda Rotação de Buffs

Ao depender da EXP extra ao fazer poucos campos na selva, você abre espaço para ser invadido, pois normalmente você estará mais fraco que o caçador inimigo. Colocando pressão nas rotas com seu tempo livre, você pode acabar forçando o caçador inimigo a ajudar os companheiros dele e não tentar roubar seus campos. Mas caso você acabe perdendo o controle dos seus campos, você pode ficar em grande desvantagem.

Conclusão

A 4ª temporada é onde a Riot decidiu reduzir ao máximo o efeito bola de neve. Com as recompensas por Torres, Dragões e First Blood reduzidas, está significativamente mais difícil criar esse efeito bola de neve.

Juntamente com isso, a Riot incluir várias formas dos times que estivem numa situação não muito favorável conseguirem se reerguer e virarem um jogo. A selva agora tem uma mecânica interessante de ganho de EXP, que ajuda muito a equipe que conseguir tirar o maior proveito dela.

Controlando bem sua selva, você realmente pode ganhar mais EXP sem precisa se focar em limpar os campos. Assim você pode se concentrar mais em emboscadas e fazer a diferença no jogo sem se preocupar em ficar para trás no início do jogo.

Existem tantas possibilidades dentro dessa mecânica de EXP que acredito que o que eu expus aqui é apenas a ponta do Ice Berg. Enquanto eu exploro mais e mais esse elemento, mais eu acredito que posso influenciar o jogo a partir da selva. Planejando antes o que farei no jogo, posso acompanhar meus colegas em nível, mesmo que minhas emboscadas não sejam eficientes.

Os exemplos dados aqui são apenas pequenas suposições do que é possível logo no início do jogo. Mas mesmo no meio ou no final de uma partida, você pode usar essas informações para trazer vantagens para seu time.

Share:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

© Pwn3ed! Todos os direitos reservados | Design por Gradash adaptado apartir de Gradash