Rede Pwn3ed:
Pwn3ed
League of Legends
Master Smite
Smite

quarta-feira, 22 de janeiro de 2014

Necro se pronuncia oficialmente sobre sua saída da paiN e tem um motivo, bem, um tanto estranho...

"Quarta-feira. 22 de janeiro. Mais um dia de treinos pela frente esperando chegar o campeonato.
Eu me levanto relativamente cedo. Antes que todo mundo na casa, pelo menos. Lavo o rosto, escovo os dentes, desço as escadas, tomo meus remédios e ligo o computador. E eis que surge aquela voz pelas minhas costas:
- Necro, precisamos conversar.
Bom dia pra você também. Enquanto vou virando a cadeira, a "conversa" toma sua total extensão:
- A partir deste momento você está oficialmente desligado da paiN.
- Oi? - Incrédulo, eu.
A voz continua: - Nós vamos pagar sua passagem e o hotel que você vai ficar se o seu vôo não for pra hoje.
Eu tento argumentar:
- Vocês esperam eu trancar a matrícula da faculdade denovo e cancelar o estágio que eu ia fazer na Intel pra me dizer isso?
E o Diretor da paiN, ao lado do dono, responde:
- Nada o que você disser vai mudar a decisão. Você está sendo retirado porque você não tem um relacionamento bom com a Riot e com a X5.
- Mas meu trabalho é treinar os guris. Se tem alguém da Riot e da X5 que não gosta de mim é porque em algum momento eu exigi profissionalismo por parte deles e eles não tinham.
Sem resposta. O assunto é mudado:
- Você quer a passagem pra hoje ou vai ficar no hotel?
E é isso. Relegado ao passado. Transformado de "sou" para "era" antes mesmo de tomar o café da manhã. E tudo o que eu sei é que eu saí "porque tem gente que não gosta de você".
Saio com a consciência limpa. Tudo o que fiz foi visando o bem da equipe. Dei minha cara a tapa nas horas difíceis. Fui pintado de vilão na saída do Espeon porque eu era o porta-voz do time embora a decisão tenha sido coletiva. Lutei por melhores condições de trabalho para o cenário e ganhei inimigos. Pessoas que não gostam de mim.
Óbvio que o motivo é pífio. A verdade é outra. Eu pensava que na paiN nós éramos uma família e não existiam joguinhos de poder. Eu pensava que na paiN tudo era aberto - saberíamos quanto entraria e quem entraria. Eu pensava demais.
E foi por isso que fui mandado embora. Eles não querem alguém dentro da empresa que pense demais. Que possa questionar e exigir direitos.
Eles querem só a atenção dos fãs e o dinheiro agregado a essa atenção.
Adoro meus "filhos". Kami, Thulio, Venon, brTT, Minerva, Espeon, Tittu. Desejo que vocês consigam viver o sonho que eu fui ejetado. Mas também desejo que vocês fiquem de olhos abertos pro que acontece ao redor de vocês.
Um beijo do careca."

Se você quiser pode acessar esse post no site novo da Pwn3ed, clique aqui e acesse!
Share:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

© Pwn3ed! Todos os direitos reservados | Design por Gradash adaptado apartir de Gradash