Rede Pwn3ed:
Pwn3ed
League of Legends
Master Smite
Smite

quarta-feira, 29 de maio de 2013

Como os próprios brasileiros estão manchando a imagem do ~Brasil dos Games~


Se você é um jogador ativo em qualquer jogo online de grande escala, com certeza sabe da fama que brasileiro tem de arruinar a diversão alheia. Na visão dos gringos, o nosso espírito virtual é o eterno “HUEHUEHUE GIBE MONI PLOX”, com aquela atitude despreocupada e brincalhona de quem não leva nada a sério. Caso você seja ainda mais ligado nos sites estrangeiros, sabe que essa fama já passou da simples jogatina e hoje invade fóruns, blogs e praticamente qualquer lugar que brasileiro possa estar virtualmente.
Vamos começar esclarecendo que, atacando a atitude de muitos brasileiros, eu não estou defendendo o resto do mundo. O principal problema é que o jeito de agir de grande parte dos jogadores verde e amarelo não é só uma zuera forte com os estrangeiros. Todas as manias e posturas a serem ditas aqui acabam afetando a nós mesmos e a maneira como jogos eletrônicos são tratados no Brasil, ou seja, sem seriedade alguma.

“Você tá levando isso muito a sério!”

Às vezes é mesmo, cara. Sério…
Não importa o que você faça e nem com que intensidade, em algum momento vai surgir alguma dificuldade maior no meio do percurso. Seja durante a produção de um jogo ou durante sua épica escalada até o level 85 do seu Paladino, mais cedo ou mais tarde vai dar alguma merda e você vai acabar estressado. Durante o seu desabafo, amaldiçoando um bug ou reclamando da distribuição do loot, sempre vai ter alguém para apontar que você está levando tudo muito a sério.
E quem melhor pra achar que as coisas não devem ser levadas a sério do que os Brasileiros?
Para quem está de fora pode parecer até babaca gastar sua energia e tempo em joguinhos, algo que ainda deve demorar muito para que ser reconhecido como algo sério e respeitado em nosso país. Tem pessoas gastando tempo que não têm para fazer jogos que não sabem se vão dar certo, ou treinando para atingir um nível mais competitivo e profissional em um jogo. Tudo o que essas pessoas não precisam é de alguém fazendo pouco caso do empenho deles.

Invejinha Virtual

Acontece em todo lugar…
Em muitos casos, isso é quase uma variante ou especialização da atitude anterior. Aqui se enquadram os caras que já estão relativamente bem inseridos no mundo dos joguinhos eletrônicos e têm certo respeito pela coisa, mas possuem aquele recalque misturado com ignorância que os faz desacreditar nossos melhores representantes.
Sei que pode não parecer para vocês, leitores do site que manjam da qualidade do trabalho da nossa galera Indie, mas apenas uma minoria de brasileiros consegue colocar fé nos desenvolvedores e jogos daqui. Todo o resto está pela internet botando olho gordo em qualquer trabalho que não seja gringo. “Brasileiro não consegue fazer jogo bom”, “brasileiro não pode ser um bom jogador profissional”, “arte de Brasileiro é um lixo”, “Brasileiro não manja fazer site bom de games” etc. O pessoal adora gorar.
E quando alguém daqui ganha destaque internacional, provando que essas presunções estão erradas, a turma insiste em não apoiar. Eu sei que isso pode parecer um discurso de mãe orgulhosa, mas não consigo explicar esse fenômeno sem associá-lo com inveja de quem está obtendo sucesso. É muito mais fácil mascarar esse sentimento criticando cada mínimo detalhe de maneira destrutiva do que dar aquela força, ou tentar fazer a diferença também.
Sei também que muitas das pessoas afetadas por esse tipo de atitude aprenderam a relevar e a rir com a situação, mas isso acaba gerando uma cultura do “deixa pra lá”, que é justamente um dos fatores que impede nosso crescimento e reconhecimento interno. Mas, ao menos enquanto essa mentalidade continuar, é bem compreensível a escolha de diversos desenvolvedores brasileiros de não lançarem seus jogos em português.

Falta de Feedback

Assustador, mas pelo menos é ALGUM feedback, certo?
Esse ponto também é tão culturalmente brasileiro quanto acarajé e samba. Brasileiro NÃO dá feedback. Ponto final, fecha a casa. Sério, até aqui no site, onde a galera é mais esclarecida e tá dando uma força sempre que pode, às vezes não recebemos tanto quanto poderíamos para continuar progredindo.
Vivemos num país onde somos obrigados a aprender a conviver com oportunismo e sofremos muito com isso de maneira direta ou indireta. Sempre tem aquele cara que engrandece o trabalho do chefe pra ficar bem na fita, ou o dono de restaurante que deixa a refeição por conta da casa pra um político importante. Com esse jeitinho brasileiro, ficou estipulado na cabeça da nação que elogiar é chupar rola ou querer algum benefício de volta.
Uma pessoa entra num site bacana ou lê um texto interessante e simplesmente NÃO escreve que gostaram do conteúdo, seja por comentário, e-mail ou o que for. Por que você o faria, não é mesmo? O que tem a ganhar em troca? Ou pior: vai que o dono do site acha que você tá pagando pau?
É claro que feedback não envolve apenas elogios, podendo vir em forma de crítica. O fato é que a lógica é a mesma (e, quem sabe, fazendo um combo com a parada da inveja), o povo não vê razão em criticar construtivamente alguém. Afinal, críticas são apenas para humilhar e diminuir o terceiro, correto? Mais um paradigma de uma geração de trolls.

E aí? O que isso importa?

E o Quico?
A maioria das coisas ditas aqui, tenho que confessar, acontece também em outros países, claro. Mas creio que não preciso dizer que o assunto de jogos eletrônicos no geral é tratado de maneira mais séria em outros países também. A desunião e descaso são tão aparentes por aqui que soa até estranho dizer que somos somos uma comunidade. Mas mesmo assim você pode perguntar: que diferença faz sermos desunidos? Isso importa mesmo?
Bom, amigos, importa muito.
Quando digo que isso afeta a maneira como jogos eletrônicos são vistos no Brasil, não digo apenas sobre o respeito que o assunto recebe ou sobre os problemas que temos quanto à importação, venda, e produção de jogos. Envolve também a tudo que rodeia isso. E se, quem sabe, estamos melhorando em alguns setores, em outros estamos vivendo um pré-steampunk metafórico. Um sonho de crescimento, sem as ferramentas para alcançá-lo.
Como vender um site/jogo/ideia/arte para pessoas dispostas a pagar ou financiar isso quando tudo que o povo com verba vai ver são críticas péssimas e opiniões desfavoráveis vindas do nosso mercado interno (que, ao menos para os investidores locais, seria o público alvo)? A atual atitude da massa favorece produtoras grandes e sites copy pasta, que são fáceis de vender pra quem não entende merda nenhuma do assunto (leia-se: quem é dono da grana), por serem de renome ou pertencerem a um portal já conhecido. Desfavorece o produtor indie com ideias novas, os sites e blogs que geram conteúdo próprio e acrescentam opiniões além do CTRL+V, e projetos que jamais sairiam do chão sem apoio popular.
Quem vai apoiar esses preguiçosos que não querem fazer tipo um Rayman Origins?
Parte daí, também, a explicação de por que não temos tantos eventos de jogos eletrônicos atualmente em nosso país, ou por que diversos desses acabam morrendo. O povo não vai e se vai não aprecia. Se apreciar, não demonstra, não abre a boca, não mostra a cara. Se não apreciar, zoa tudo, não ajuda, não critica construtivamente. A massa quer só jogar, não quer debater, falar e discutir. A maioria quer rir e trollar, porque ser sério e maduro às vezes com uma coisa que você gosta pra caralho é coisa de nerd perdedor, não é mesmo?
Chega até ao ponto da galera menos esclarecida colocar à frente de decisões simples e resoluções de pouca importância qualquer oportunista que consegue falar um pouquinho melhor (e, sem citar nomes, nem fala tão bem assim) e articular os interesses da “comunidade”. Esse é o ponto onde estamos: tão perdidos que não temos nem condição de tomar as rédeas da situação e definir o que realmente queremos, largando tudo nas mãos do primeiro espertão que aparece.
Colocar pessoas como mencionadas acima à frente de escolhas que poderiam melhorar a realidade dos jogos eletrônicos no Brasil atualmente é uma consequência lógica. Pessoas assim são como o Batman: não é o herói que a gente quer, mas o herói que a gente merece (no mau sentido). Elas têm a exata mentalidade que o pessoal trollador e ignorante têm, não compreendendo a comunidade independente e com pouco contato com as pessoas que realmente se importam com o assunto no país. Se não cito nomes diretamente não é por medo de me sujar, mas por ser irrelevante: enquanto o comportamento geral não mudar, sempre vai ter um oportunista que não entende merda nenhuma liderando todos que aplaudem qualquer porcaria sem pensar.
Eu não sei como essa imagem veio parar aqui. Me desculpem!
(Foto: Baixaki/Tecmundo)
É óbvio que nem todos fazem parte do podre da maçã, como sabemos pela participação construtiva dos nossos próprios leitores, e é triste ter que esclarecer coisas que soam um tanto quanto óbvias, como se eu fosse um diretor dando bronca em um aluno da quinta série. Mas tem que ser feito. Temos que tentar fazer o conceito mudar. Não podemos aceitar as posturas atuais como sendo “normais”.
O povo do Brasil é um povo bem humorado, que sempre gostou desse jeitão de brincadeira e descompromisso, mas as coisas acabam por se confundir demais. Vejam que essas críticas estão em um site conhecido por sua zueira, coisa que a gente não nega e tem até orgulho. Mas, mesmo com toda brincadeira e informalidade que passamos às vezes, temos um puta respeito e seriedade com o que fazemos e como tratamos o assunto de jogos eletrônicos. Falta discernimento para entender o que é zuera descontraída e o que é pura chucrice e infantilidade.
E ele ainda se pergunta por que os desenvolvedores daqui não traduzem o jogo, com um público tão querido assim.
Se não criticarmos, não apontarmos os erros e não ficarmos putos com a situação, todos temos uma parcela de culpa no caso. Enquanto tiver uma galera enorme levando o tal do “Brasil dos Games” nesse jeitinho brasileiro de ser, trabalhar e viver de games e para games no Brasil continuará impossível, ou pelo menos um puta de um sufoco.

Fonte: www.gamesfoda.net


Share:

119 comentários:

  1. Respostas
    1. O legal é que depois de um post tão bem feito, pensado e trabalhado, ainda tem pessoas que apenas comentam como vc. Pelo menos serve como prova de que os argumentos do autor são verídicos.

      Excluir
    2. Isso mesmo Érick, sempre tem um (ou melhor, vários) pra exemplificar .-.

      Excluir
  2. O grande problema, foi que no começo de tudo, quando existia tibia, e stream cs 1.6, brasileiro sempre foi satirizado como macaco, pessoas de submundo, as pessoas que criam este artigo simplesmente nunca foi br de verdade em game, e nuncapassou por preconceito, eles acaram criando um montro de pura zueira, e hoje em dia reclamam dessas mesma zueira, o problema sempre foi o preconceito dos gringos conosco.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Kaz, respeito a sua resposta, e reconheço o que você fala, passei por isso também. Mas a questão não é só o preconceito dos gringos, é também a resposta que o brasileiro tem sobre tal situação.
      Eu mesmo sempre que passo/passei por algum tipo de situação assim sempre ignorei ou simplesmente fui respeitoso.
      Para burlar o preconceito não precisamos nos tornar preconceituosos, e muito menos ligar o rage (o que virou moda nos gamers brasileiros), apenas precisamos ser superiores e conseguirmos deixar de lado essa babaquisse de outras pessoas ou gringos.
      Outro lance é que esse rage ou preconceito dos brasileiros já está atingindo a eles mesmos, a partir do momento que foi implementado sobre os "trolls" que pra você pagar uma de pro player você tem que ser arrogante. Quando na realidade os verdadeiros pro players são cordais e os games são muito mais tranquilos (falando de jogos rankeados ou com alguma espécie de ladder).

      Excluir
    2. cara é que nem a parada do ''mordekaiser es #1'' se vc ver quem crio o topico foi um cara com o nome futebolBR , ok até ai tu acha que é um brasileiro mas quando no texto ta pra ver que é um americano zuando pelo simples fato dele escrever ''es'' ao invés de ''é'' americano acha que agente fala espanhol! --'

      Excluir
    3. Claro, é sempre aquela história né, se eles falam que é somos submundos, vamos toca o puteiro e ser submundo então! Ninguém pensa em agir com maturidade, em jogar sério e ser respeitado pelo esforço que é dado, é sempre o mesmo "A velho, tão falando algo ai, vo zuar até o fim agora!" ... Carinha quer receber elogio fazendo merda. E tem uns mais idiotas ainda, que entram no jogo e falam "Br sempre br neh!" ... como se fossem muito americanos e como se oque estivessem fazendo fosse de alto nível

      Excluir
    4. O que me irrita mais são as pessoas que, começa a chingar na nossas partidas e se irritar com coisas desnecessárias isso tudo acaba com nossa reputação. As pessoas só olham o ponto negativo das coisas como em um game feito por brasileiros, só pq é brasileiro é ruim e sempre assim, serio mesmo que das centenas de jogos br um n é bom? se n será que o problema é o jogo? ou somos nos?

      Excluir
    5. O fato é que, conforme dito no texto, a grande MAIORIA dos BR's que jogam online têm este perfil, eles fazem por onde serem tratados como tal. Concordo que gringo tem preconceito conosco e é de longa data (eu mesmo joguei Ragnarok em um server private totalmente gringo durante 5 anos e eu era caçado no PvP pelo simples fato de ser BR, isso em meados de 2001/2002), mas não justifica a galera agir literalmente que nem RETARDADO no jogo. Até eu acabava ficando com raiva.

      Excluir
  3. Cara que texto.. Enquanto isso vou ouvir um som da nova banda, Nemly e Nemlerey vlw flw.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É assim que nós vamos pra frente!

      Excluir
    2. Nossa cara, que engraçado e inteligente este teu comentário :D

      Excluir
    3. Mano , egente como vc que faiz o pais ficar e eatar do geito que ta

      Excluir
    4. Seu comentário me deu ãnsias, inutilidade está cheia por aqui , por gentileza apague ou suma do blog :D

      Excluir
    5. Você acabou de invocar o Prassódia das trevas...

      Excluir
    6. AEUGHAIEUGHAIEUHGIAUEHG, Que Sensação incrível cara.. E Muito interessante saber que vocês estão bem mais preocupados com o meu comentário do que o próprio texto em si.. E não Gustavo Pereira, não vou apagar ou muito menos Sumir do Blog, abraço.
      Ah e por fim, Lucas Santos, por favor, vá aprender a escrever, porque se for pra mim rir de comentários fúteis, que estejam escritos corretamente. E viva os Br'S Hu3 :P

      Excluir
    7. É esse tipo de "brincadeira" em assuntos sérios que nos faz ser taxado de "crianças" nos jogos, por causa dessas atitudes infantis

      Excluir
  4. Nunca escrevi aqui =X
    Mas depois dessa matéria, é o mínimo né?
    Parabéns cara, excelente matéria, coisa que todo hu3 hu3 br br deve ler e tentar aprender algo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oq eh Hu3 me desculpem mas acho que nao estava na net quando essa moda de hu3 pegou :p

      Excluir
    2. hue3 br br = Brasiliros zoeros tipo isso

      Excluir
  5. Por isso as vezes sinto vergonha do Brasil u.u

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "que bom" que vc só sente as vezes.... pq assim que tive consciência sobre tudo, não há um dia que não tenha vergonha. =/

      Excluir
    2. easy case com uma asian e more na asia construa uma família e nunca mais volte para BR durante uns 40 s talvez ele mude mais tu já vai tar morto ;D

      Excluir
  6. Falando serio, eu acredito que essa fama de HU3 é pura ladainha, q infelizmente os brs acabaram acreditando , tipo 2 anos atras não existia isso de "HU3" Brs eram jogadores normais, acho q são os proprios brs que tem preconceito com ele mesmo e acaba agindo da forma que eles mesmos se consideram , existem jogadores trolls, em todo jogo , eu jogo WoW a quase 6 anos e acho que as raids full BR tem muito menos "trolls, ninjas etc," que as raids com pessoas de varios paises (jogo no Kel'Thuzad , mais tenho personagem no servidor Br) .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. No tera mesmo tem BR que começou com o jogo F2P ,e ja está no TOP PVP,Tem guilda BR lá que começou no F2P e ja é uma das maiores do servers, acho que o motivo das brigas e trolls no league of legends, e a faixa etária dos jogadores brasileiros.

      Excluir
    2. Bom ponto. Não gosto de Tera, mas no PW era bem assim também.

      Excluir
    3. Fato, eu REALMENTE acho que são os Brasileiros que pensam isso de Brasileiros pq eu mesmo não sofro este tipo de preconceito em jogos internacionais, no max uns cara me chamando de macaco, etc mas por fama de troll nem um pouco

      Excluir
    4. Faixa etária mental não é? pq já joguei com garotos de 14 anos que mesmo perdendo, jogaram direito, e com gente de mais de 20 que levou first blood e trollou o jogo todo...

      Excluir
    5. Concordo plenamente com vc Vitor29, tbm jogo wow a 5 anos e tudo que faço hoje no jogo, é melhor doq quando jogava no shadowmoon, claro que tem alguns caras que são babacas mas isso tem em todos os lugares.

      Excluir
  7. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  8. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  9. Na minha opniao,cada jogo tem seu lado competitivo e um lado normal,que na minha opniao deve ser jogado por pura diversao,se nós(brasileiros)falarmos "Hu3 hu3"eh porque estamos nos divertindo e é simples assim,todo MUNDO gosta de zuar,só porque nós ficamos conhecidos como os 'Hu3 Hu3 BR"entao pegamos fama,mas o povo está exagerando nesse negocio de BR,isso já é frescura,se tiver um post em ingles e um post em portugues,preferem ler um ingles do que ler o br por que acham que já é "tosco" "lixo" e outras coisas,deixo aqui minha humilde opniao.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A verdade é q o preconceito vem do berço, os brasileiros tem preconceito com sigo mesmo, acham q os gringos são melhores em tudo e são incapazes de enxergar seu próprio valor, isso sim é ridículo.

      Excluir
  10. Sempre odieim os brasileiros, na vida real e nos jogos também, nos jogos eles nem ingles sabem falar e passam o tempo a pedir merda de graça e nem portugues correcto sabem falar -.-

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "Odieim" e "correcto"? Cara voce deve ter e cabulado o pre-fundamental so pode

      Excluir
  11. E todas essas características podem ser presenciadas diariamente. O "Jeitinho Brasileiro" está incrustado no dia a dia de todos nós.

    ResponderExcluir
  12. Belo artigo cara. Expõe claramente como é a realidade da mentalidade de muitos gamers brasileiros. Apenas complementando, eu sinto que brasileiro de uma forma geral gosta de falar, mas na hora de por os pingos nos "i" e falar as coisas a sério, muitos dão para trás, ficando no clássico "deixa pra lá". Eu meio que sinto isso por que sou escritor de fanfics pra fóruns, e só os deuses sabem como é ruim ficar sem feedback. Na hora de comentar por skype todo mundo fala, mas na hora de escrever uma porra de um comentário quase nunca sai uma única linha.
    Outro ponto deverás interessante e que ficou um pouco mal sublinhado no texto, é a coisa de que, quem leva algo a sério demais é "nerdão perdedor, o negócio é ser v1d4 l0k4" e foda-se o resto. Eu tenho um nojo imenso de quem se comporta assim, por que dá a entender que não quer compromisso nenhum, esse tipo de gente é quem mais ferra com a vida dos outros, seja nos jogos ou seja na vida real.

    No mais, ressalto que gostei do texto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se quiser feedback passa o fórum aí chapa. É fanfic sobre o que?

      Excluir
    2. /\ concordo com o amigo acima, tanto na parte de faltar os pingos nos "i", quanto na parte do "V1d4 l0k4".

      e no geral gostei muito do texto^^

      Excluir
  13. Engraçado é sair esse post e ainda assim não ter feedback xD. O conteúdo de vocês é muito bom! Gostei do post, traz algumas boas verdades sobre a "comunidade brasileira".

    ResponderExcluir
  14. Falou tudo e mais um pouco.

    Parabéns pelo post, tomará que ele serve para abrir os olhos do senso comum gamer do brasil, da mesma forma que me ajudou a enxergar a tal ponto chegou esse "jeitinho brasileiro de ser".

    ResponderExcluir
  15. Esse texto foi um murro na cara de muita gente. Eu vou começar a trabalhar no ramo de jogos digitais e penso que seria muito difícil criar um jogo para o pessoal esperar ser aceito sem ser esculachado.

    ResponderExcluir
  16. Eu já escrevi aqui algumas vezes, e tenho que dar parabéns pelo artigo, mas, apesar de realmente uma parte de nós viver a política do HUE HUE a risca.... bom, eu sou um gamer desde muito novo e cresci na geração do CS, tibia, MU, esses jogos que tinham em toda lan house e que até dava pra jogar com gente de fora (gringos).
    Aquela expressão "criar um monstro que pode te engolir" funciona, porque ser humilhado por gringo não era uma raridade. No meu círculo de amizades, todos nós odiamos o estilo 'HUE' de ser em partidas que não envolvam APENAS a gente! É engraçado quando estamos entre amigos e somente entre amigos, mas sabemos diferenciar. Nossa nação cresceu vendo jogos como 'coisas de criança' (ganhei meu primeiro game aos 3 anos) e isso não mudou muito até hoje. Se por um lado alguns brasileiros não largaram o jeito HUE de ser, nem os pais que conheço deixaram de ver jogo como coisa de criança e nem os gringos (em outros jogos, já que no LOL sou BR) deixaram de subestimar e até pregar peça em mim e nos meus amigos. Trolls existem em todos os cantos, mas é uma pena que sejamos a força mais 'expressiva' no círculo geral.
    Como eu disse antes, um artigo excelente, só queria, enfim, falar isso mesmo.
    Um abração e continuem com o site Nota 10 de vocês.

    ResponderExcluir
  17. Eu acho que as pessoas que cometem esse tipo de atitude simplismente devia se tocar e pensar um minutinho sequer se isso é realmente engraçado ,legal ou intereçante para alguem alem dele.E eu achei realmente intereçante a parte do feedback , raramente voce ve alguem dando feedack significativo em algum posto ou algo do tipo ,isso mostra bastante descaso na minha opniao.

    ResponderExcluir
  18. Um lugar bom pra ver tudo isso que foi dito é o post de ontem que especulava um parentesco entre Sona e Vi, quase todo feedback dizia "Esse cara deve usar dorgas pra ficar escrafunchando lores, vai jogar"

    ResponderExcluir
  19. galera fodac agente é o povo mais Hu3 do mundo somos zuero vivemos zuando UHUL!!!!!!!

    ResponderExcluir
  20. Nunca desmereci um trabalho de alguém só pela nacionalidade, mas com relação ao feedback, eu sou culpado com certeza...
    É bom refletir sobre isso ás vezes, abrir o olho pra ver se acorda...

    ResponderExcluir
  21. poxa. Se um brasileiro faz um jogo, e não bota em portugues, tem as pessoas exageradas que vão falar assim mesmo, ( affs pqp o cara é br, faz o jogo aqui e não bota em "br"?) mas está certo. é claro que existe aqueles que reclamam direito, só olham pros que falam mal, como sempre.

    ResponderExcluir
  22. Cara... Desabafo? e.e
    Mas enfim vc está certo e mudou meu jeito de pensar(pelo simples fato de eu estar comentando), e que seria bom que todos que leram esse texto mudasse de opinião como eu. enfim ótimo trabalho ^^

    ResponderExcluir
  23. Primeiro: Qual era o jogo brasileiro que estava sendo apedrejado? Segundo: CARALHO! É bem melhor o jogo estar em inglês, se eles não fizeram uma versão em português, é para se desconfiar, e na boa no mundo do jeito que tá, o MÍNIMO de inglês todos temos que falar. Terceiro: Eu acho que os brasileiros em sua maioria não aceita crítica ALGUMA, você vai jogar, vai tentar ajudar e você é APEDREJADO por xingamentos e escrotices sendo que você queria apenas ajudar. Quarto: É, dar suporte a produtores independente aqui no brasil está longe da massa. QUINTO E ÚLTIMO "TÓPICO" do comentário mais entediante de todos os tempos, mas não menos importante, PARABÉNS! Esse foi de longe um dos melhores tópicos que já li aqui (depois dos de suporte, claro :D). Enfim, Keep Up The Good Work!

    ResponderExcluir
  24. E um lugar que vejo isso é no próprio servidor brasileiro de LOL, muitas vezes chego a pensar se vale mesmo apena entrar em uma partida e correr o risco de encontrar "BRs"

    ResponderExcluir
  25. TL;DR

    BR TUDO UMA BOSTA MESMO. X-DDDDDDD

    ResponderExcluir
  26. Aprecie o testo, só acredito que ele ficou denso pro que acredito ser maioria dos jogadores que agem assim (crianças e "não iluminados"). Talvez a mensagem não chegue a todos, mas pelo menos é um principio, e é disso que precisamos.

    ResponderExcluir
  27. txt grande, mas q vale a pena ler... n só pelo contexto de bagunça/kiters nos jogos mas tb pela parte sobre jogos desenvolvidos aqui, retratou bem

    ResponderExcluir
  28. Os pais e mães que foram torturados na ditadura pra conseguir um Brasil livre, acabaram criando uma geração de bundões que acham que merecem tudo mastigado. O mal do brasileiro está em ser desinteressado, concordo com tudo que você disse. Eu mesmo critiquei muito o server BR do LoL, mas hoje pretendo transferir minha conta NA, brasileiros tem que se unir e não ficar de picuinha e arrogância.

    ResponderExcluir
  29. Cara, ótimo texto, e é um texto que retrata de uma maneira realista a siatuação atual do "Brasil dos Games", gostei, e concordo plenamente com o que foi citado.

    ResponderExcluir
  30. O Problema é que só quem vai ler esse texto são os que não precisam dele.

    O texto ficou otimo, descreve muito bem os BRs, só que os trolls, os HUEHUE e a escoria da comunidade brasileira simplesmente ignora esse tipo de artigo...
    Infelizmente!

    ResponderExcluir
  31. Gostaria de prestar os meus parabéns à equipe da Pwn3ed e principalmente ao Ken, que fez esse post. Merece todo o apreço dos verdadeiros gamers!

    ResponderExcluir
  32. Em relação ao feedback, acredito que a grande parte dos brasileiros não possuem uma grau de leitura e nem de análise do que está lendo, sendo assim é muito mais fácil falar "que merda isso/texto lixo" do que criticar construtivamente.
    Já joguei Wow, pokebitia, Cod, CS e no momento só LoL. Posso afirmar que tem "tons of trolls" no LoL principalmente porque não sabem jogar esse tipo de jogo e que não sabem reagir a algo que o desagrada, mostrando que tiveram uma educação ruim.
    A situação dos jovens está piorando, como aconteceu com o André Mehmari em Campinas, mas nós que estamos vendo essa situação temos que ser os pioneiros de uma nova atitude para mostrar ao mundo.

    Já estou meio cansado do hu3hu3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. concordo ho hue3 nunca acaba mais tem que acabar já esta cansativo ;D

      Excluir
  33. Ótima postagem! Espero que mude a cabeça de muitas pessoas(mesmo sabendo que as pessoas que realmente precisam ler não iram ler).

    ResponderExcluir
  34. ate me recuso a ler algo sobre essas materias que falam sobre brasileiros e bla bla, um povo nao pode ser julgado por atos feitos por uma pequena minoria de sua população, da mesma forma que você nao pode ser julgado por erros de seus antepassados.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tudo bem chapa, mas não se trata de julgar uma nação: trata-se de expor e definir as atitudes uma parcela dela que infelizmente praticam tais atos. Entendo que você não goste disso, mas em alguns cantos do globo é assim que somos vistos (pelo menos é o que transparece) e é assim que alguns agem.
      O que importa é que você comentou e isso já ajuda muito o tópico. Um abração, chapa.

      Excluir
    2. Pequena minoria ? meu amigo, da pra dizer que tranquilamente mais da metade do server brasileiro é composto por players tóxicos. Se for contar aqueles que são banidos então, acho que vira quase uns 70% . É só analisar, joga uns 5 normal games e anota a quantidade de players "normais" e a quantidade de tóxicos . E outra, brasileiro em sua maioria é SIM "HUE", não só em jogos, mas na vida também . Isso é FATO.

      Excluir
  35. CTRL+C CTRL+V de meia dúzia de matérias, tem como contar uma novidade que não apareceu em um fórum ou sala de mirc na década de 90 ??

    ResponderExcluir
  36. Ótimo texto, coisa que todo "hue" deveria ler

    ResponderExcluir
  37. Um ótimo texto.

    Faz pouco tempo que fiz um post no grupo do facebook com a finalidade de encontrar não um solução mas uma direção para melhorar a situação que temos atualmente. talvez seja interessante dizer que as respostas que recebi foram:
    "o câncer já ta bem espalhado pelo servidor"

    "90% do grupo nem liga pra ajudar só quer zoar,não da certo"

    "o grupo ja foi tomado pelas trevas"

    "O jogo já foi cancerizado e o grupo também, muito tarde para querer mudar, sorry"

    Entre algumas zoações.... A questão é que esperam sempre que seja uma ação do servidor que influencie eles, quando na verdade eu sugeri uma ação pró-ativa da comunidade.
    Salvar o servidor é possível. Mas tem que depender de nós e não da RIOT, da PWN3ED, do PATO PAPÃO ou etc...

    Novamente parabens pelo texto!!

    ResponderExcluir
  38. Cara, acho que nunca comentei um artigo anteriormente, mas esse achei bem interessante pelo fato de mostrar realmente a verdade nos "jogadores" brasileiros, muitos são desinteressados e tudo é motivo de "trollar" os jogos, um exemplo é no próprio LoL, já presenciei inúmeras vezes (senão todas), os "brs" vendo partidas em streams, querendo fazer o mesmo que os "gringos"(na sua maioria) seja imitando o modo de jogo, ou imitando o modo do time (por exemplo o clássico br: 1 top, 1 jungle, 1 mid e 2 bot sendo que TEM que ser...) caso alguem fuja dessa "regra" é motivo para ser xingado, ou até gente que "trolla" o game só porque alguém fugiu do padrão que ele acha que é o melhor, cara quando jogava no server NA, nunca teve esse padrão, jogávamos para se divertir ou criar outras estratégias, agora os "brs" vêem algo dando certo, querem imitar e fecham o pensamento nisso, não inovam em estratégias, é aquele famoso "time que ta ganhando não se mexe".
    -quando falo brs não estou generalizando os brasileiros e sim os brs do artigo acima (trolls).

    ResponderExcluir
  39. Isso me lembrou um caso curioso, alguém já viu ou ouviu falar do Capoeira Legends? Ele ganhou um certo destaque internacional e nacional na época em que saiu, muito por ser um projeto grande comparado ao que havia na época (por mais que Outlive já existisse) teve site que o considerou um marco na história do desenvolvimento de jogos no Brasil.

    Beleza, chamou atenção e... O jogo é uma merda, verdade seja dita os gráficos do ambiente até passam são bem feitos, mas o personagem não tem expressão, movimentos duros (de acordo com a desenvolvedora foram 6 anos de estudo. PQP Eddie Gordo era mais sol no Tekken 3), jogabilidade truncada e IA falha. Muitos sites brasileiros criticaram esses aspectos e basicamente obtiveram como resposta de um dos criadores um : "Com as dificuldades que passamos, orçamento e tals, queria ver fazer melhor". Não sei se posso colocar exemplos aqui, mas usem o google e procurem.

    Cara, antes disso em 2000, sem apoio nenhum e destaque nenhum existiu Outlive, que basicamente é um starcraft, não tão bom, porém sem erros gritantes e polido. Se o orçamento do Capoeira Legends estava pequeno eles deveriam se adaptar a isso e não usar como desculpa, soltar um jogo mal acabado e esperar que as pessoas gostem somente por ser nacional e estar ajudando o desenvolvimento do brasil no mundo dos games, não cola.

    Veja o Oniken, projeto pequeno que deu frutos e está lutando para entrar no Steam Greenlight, a equipe era pequena, amadora e conseguiu um bom jogo, bem avaliado. Alguém conhece o fórum GameBrain? Vários projetos de jogos amadores com potencial.

    ResponderExcluir
  40. EU ACHO que não é bem assim não, eu jogo jogos internacionais faz uns anos e tipo não tem essa coisa toda não, eu não sofro preconceito pq acham que Br e troll e sim pq acho que sou preto, macaco, tenho uma internet podre, vivo no mato, sou favelado, sou pobre, etc. Eles subestimam minha capacidade de jogar mas por ser troll eu diria que não, quem vê Br assim são os próprios Brs ._., sei lá acho que o povo exagera, o servidor br do lol é assim pq o povo é muito sem educação, parece que com 15/16 anos a mãe/pai/pessoa que cria não ensinou nada para a criança, é falta de cinta só isso, bjs, e quanto aos feedbacks não vejo área especifica no site para mandar e tipo se for ver no geral vcs trazem ótimas noticias sempre, só que vcs poderiam colocar os links né dos posts originais, melhorar o português que as vezes tem erros grotescos (não q eu n tenha né, mas não tenho um blog acessado por tantas pessoas todos os dias), enfim é isso, bjs :)

    ResponderExcluir
  41. Cara esse jeito do Brasileiro ser
    está desde os primórdios do descobrimento do Brasil...
    Não to exagerando é realmente verdade, estudei um pouco de cultura brasileira e tive isso.
    Brasileiro tem esse jeitinho preguiçoso, esse jeitinho malando, de sempre dar um jeito nas coisas há MUITOS ANOS,
    e tambem isso de pagar pau pros gringos, a gente trata gringo como algo superior desde os primórdios.
    Infelizmente isso já é parte de nossa cultura, é parte de nosso perfil.
    tá certo que muito brasileiro nao se encaixa nisso.
    Mas pra mudar, vai demorar muito.
    Por que como dito...somos assim a mais de 500 anos.
    É Dificil mas gogogo up go.
    Acredito muito na galera que compete com jogos e talz, pessoal que faz jogo tb é competente e tudo o mais, mas o brasil nao da meios pra isso...oq se aprende com cursos é o MINÍMO q se pode ter.
    Mas enfins...paciência quem sabe um dia a gente consiga mudar isso...de pouco em pouco e de pequenas atitudes de pequenas pessoas ;o

    ResponderExcluir
  42. ótimo texto!

    Jogo jogos online desde 2003, e mesmo sem a existência do termo HUE as pessoas já apresentavam este mesmo comportamento. Aos que comentaram sobre jogos em que tal atitude não existe: Normalmente isso acontece em jogos pagos, pq HUE ñ vai ficar pagando pra zoar! Msm os HUES jogam sério os jogos que são pagos, como o WoW. Agora jogos gratuitos como LoL, pra eles é só zueira msm! Eu joguei durante muito tempo Ragnarok tanto quando era pago quanto quando era grátis, e a diferença foi brutal. O servidor gratuito tem uma quantidade enorme de pessoas que só querem zuar o game. E se quer conhecer o pior tipo de HUEs vai jogar Craftlandia(um server BR de minecraft), se é que ele ainda existe...

    Enfim, muito bom texto! Também não costumo dar feedbacks diretos, mas isso é mais por questão de preguiça do que de vergonha ou medo de ser zuado ou julgado xD

    ResponderExcluir
  43. Cara otimo topico, concordo com parte do que você falou, vou contar uma historia de algo que eu presenciei do começo ao fim em um jogo online, mas nao sei se alguem aqui chegou a jogar Pangya, na epoca do server br faliu muita gente fez as malinhas e migrou ilegalmente para servidores koreanos, japoneses e americanos, nos servers KR e JP simplesmente o IP brasileiro foi bloqueado permanentemente, devido as putarias BR isso em 2008... Logo a maioria começou a se agrupar no server USA, e uma pequena parcela de players no TH(thailandes) devido a dificuldade de cadastro, essa pequena parcela do Th, digamos que foram os que se deram melhor pois as mandingas de cadastro so eram passadas entre amigos e muito restrito ja porque os proprios BR's que iam para la tinha medo de virar zona e tomar ip block de novo, hoje os br's la sao bem vindos pelos thailandeses, mas isso porque o povo que foi pra la, era escolhido a dedo por quem indicava os passos de cadastro... Porem o lag e falta de modos de comprar moeda do jogo complicava a vida de muitos.. :/ Entao sobrava o famoso server USA o unico a aceitar Br's sem problemas e de braços abertos, porem começou um certo problema, eles jogavam realmente a um nivel abaixo do nosso e quando faziamos records que para o brasil era normal eles ja diziam que estávamos usando hack e tals... dai teve onda de bans e começaram pelo grande aumento da massa de players BR's os famosos troll's, resultado nao teve IP block no server USA mas eles simplesmente separam os BR's dos outros paises por faixa de IP, hoje em dia quem eh de qualquer parte do mundo, loga no jogo e tem o server 1 para entrar, ja se estiver numa faixa de IP br, tem que entrar no maldito server 2 pois so aparece ele, so tem br's, gm nao da respaldo nenhum la de nada, e praticamente nunca se ve gm logado la, na no server 1 tem toda hr gm conversando com a galera... Infelizmente pangya foi um dos jogos ferrados por Br's desde 2007 .-. onde hoje nao temos mais server proprio e o unico que aceita a gente eh o americano e que ainda criou uma casinha nos fundos para jogar os br's chatos.... Na epoca que tando os br's quanto o pessoal do mundo todo podia usar para jogar tanto server1 quanto server2 os br's zuavam tanto no ticker e etc flodando no chat, pedindo pang para os lvl altos que os gringos pressionaram os gm's ate foder com a gente... Fico triste com essa realidade e eh muito foda de mudar ela, pois ja eh algo que vem de muito tempo... Mals se tiver erros no texto, é porque to no trampo e ninguem pode ver que to no site que nao tem nada haver com o serviço uahsuahsuah

    ResponderExcluir
  44. muito legal. vc tem 100% de razao, mais num pais que o presidente nao tem nem o primario, que a maioriade é 50 anos, nao tem multa pra nada tudo é liberado, vc esfaqueia 100 familias estupra 100 crianças pega 500 anos de cadeia e sai em 3 com bom comportamento, num pais onde neog soh quer saber de viajar pra manter a boa relaçao do pais nao tem atitude pra nda, onde a justiça e a saude sao um lixo, o povo nao se revolta pra nada, vc quer q esse povinho seja alguem nos games online? se o brasil é um lixo merece ser tratado igual lixo pelos outros, por isso a galera nao coloca + br no nick, antes era motivo de orgulho pra encontrar outros BRS, hj o pessoal se esconde, "vc é br?" resposta "what? me no br". é VERGONHOSO ser br em jogos online. tu vai assistir uma stream de campeonato br x gringos, todos estao pagando pau pros gringos, e eu idiota novato em lol fui torcer pros brs. depois fui entender pq sugam as rola dos gringos, primeiro pq br é um lixo, segundo pq tu entra na stream do snowlz ou do kami e ve um puta descaso com qm esta assistindo, jogam de qualquer jeito, fazem jogadas horrives, nao tao ligando pra nada, a stream do kami liguei uma vez pra nunca +, o cara nao pensa, pow.. tem 3k de pessoas, ah vou jogar zuado, se tivesse 10k talvez eu jogasse serio, o kami tava tao relaxado, q levou uma surra de um ryze e ao inves de dar credito pro cara q comeu ele, diz q ele jogou mal auhsUSuhsaHUSA. enfim ninguem vai ler isso msm. hu3 hu3.

    ResponderExcluir
  45. Não tem muito o que dizer ... brasileiro é assim. Aí vão me dizer: " tu é americano entao HURR DURR ?", o brasileiro que me refiro é o típico hue, aquele que sabendo que a internet cai toda hora continua jogando, aquele que sabe que o pc mal aguenta o paint e vai jogar pra bugar e não entrar na partida, aquele que sabe que tem que sair dali 15 minutos e deixa a partida no mid game, aquele que ta fazendo tudo errado e ainda dá rage nos outros que estão certos, aquele que começou a jogar ontem e quer ensinar quem já joga há mais de ano . Isso é uma praga e sinceramente, não sei se tem como dar um jeito nisso. E pior, a maioria dos que fazem isso são crianças, 11, 12 anos, mas maioria não é totalidade . Tem também vários adolescentes/adultos que são assim e é isso que fode de vez com a situação. O que nos resta fazer ? esperar um milagre, porque ao nosso alcance só o está o report no fianl da partida, dizendo que o cara feedou/quitou/deu rage/trashtalk/spam e tudo mais .
    Sad .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. nao tem oq fazer, tem que mudar o pais pra mudar a mente das pessoas, pra depois levar isso pro jogo online, ou seja impossivel. o melhor q vc faz é reportar no final pro cara ser ou nao banido, e ter q pegar lvl 30 denovo pra encher seu saco.

      Excluir
  46. Mais uma coisa que vi escrito aqui.
    Tambem é de grande verdade...que gringo esculacha os Brasileiros :)
    E isso não motiva nem um pouco...e muito menos ajuda...até piora.
    Eles estão criando um preconceito tremendo...e parte disso já vem de tratar brasileiro como algo inferior....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas se os próprios brasileiros não se respeitam, como vão querer ser respeitados pelos gringos???

      Excluir
  47. Eu to vendo que em alguns comentarios pessoas estao dizendo que o brasileiro é assim mesmo, HUEHUE e etc. Se continuar com essa mentalidade, ai que essa porcaria toda, essa maldição vai ficar mesmo no nosso povo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    2. Pois é, somos Brasileiros e apesar de sabermos que muitos de nós são assim trolls com comentarios ofensivos e nada construtivo, não deixamos de ser brasileiros e se muitos de nós temos mente limpa, criticar o outro positivamente msm sabendo que possa não adiantar em nada se a pessoa for cabeça dura, mais pelomenos é uma tentativa, melhor do que como vc msm disse continuar com essa mentalidade , é tenso tudo isso, mais se as pessoas que pensao assim, em vez de criticar a própria nação e der um feedback positivo , quem sabe teremos nosso espaco e ainda o respeito de fora .

      Excluir
  48. Cara gostei do post, e estou sempre aqui na pwn3ed p´ra saber as novidades do LOL

    ResponderExcluir
  49. Concordo com o post, mais o pessoal gringo não tem um pouco de ego quanto a toda sua Seriedade? Eu sei que existe pessoas que só querem acabar com os jogos, tipo: "Eu não consigo, então você também não vai conseguir". Existe muito desses jogadores tóxicos, mais os gringos deveriam saber que nem todos os Brasileiros são assim, o problema é que esses tipos de jogadores tóxicos foram tão grandes que eles acabaram criando um MODELO para o povo Brasileiro; é isso que eu gostaria de saber, ninguém é igual e por mais que você erre no jogo, faça uma cagada e digite em português no chat em um server gringo você pode ser ou não um jogador tóxico, Ai entra o preconceito: "O cara digita em Português, Fez merda, É BR!!!". E quando nós lemos uma resposta dessa, com certeza vai ficar com um estresse na cabeça e muitos acabam trollando por este motivo; acredito eu que se o pessoal gringo tivesse um pouco mais de visão resolveria tudo isso....

    ResponderExcluir
  50. Gostei do texto, mas eu discordo um pouco do que você falou. O jogo é para a diversão, você só tem que se divertir sem estragar o jogo do outro, e, tem outra: eu vejo muitos youtubers gringos postando vídeos, principalmente de BF, trollando outros jogadores, então eu começo a questionar o porquê deles terem esse "preconceito" com o modo de jogar dos brasileiros.

    ResponderExcluir
  51. Eu nunca tive problema em falar que eu sou brasileiro nos games, muito pelo contrário, tenho orgulho de dizer isto.
    E nunca sofri preconceito da parte dos gringos por levar a sério os jogos em que participava, demonstração disso é eu ter quase que abandonado o server NA e mesmo quando entro meus antigos parceiros de jogo fazerem questão de me chamar pra jogar.
    Ainda acredito que as pessoas que sofrem este tipo de preconceito são as propriamente quem trollam, seja por um afk ou um "noob" no time.
    Qual o problema em ter um afk no time e você simplesmente tentar jogar para vencer mesmo assim?
    O problema não é lá fora e sim aqui mesmo, parem de culpar os outros pelos seus erros e simplesmente assuma-os de uma vez.
    Parabéns pelo artigo, realmente muito bom, sinto pena de quem vê posts grandes e simplesmente pulam.

    ResponderExcluir
  52. é Basicamente isso mesmo, os brasileiros não dão valor no que tem e fica nisso.

    ResponderExcluir
  53. Sempre joguei jogos onlines internacionais e nunca sofri esses tipos de coisas, essa modinha do Hu3Hue acho q eh de hj em dia e eh coisa da cabeça dos Brs mesmo, todo lugar tem trolls, vcs enchem tanto o saco com esse assunto, que ja entro no nosso cotidiano, entao tudo q acontecer envolvendo algo parecido com hu3hu3hu3, ja eh motivo de varios hates e talz, enfim concordo apenas com a parte do feed, sempre leio aki e nunca do minha "nota" , vlw pela dica

    ResponderExcluir
  54. Na boa meus parabens, texto muito bem feito, pra grande maioria das pessoas, não só dentro do jogo mas fora dele, cansei de ver gente apontando para os outros ao inves de tentar melhorar, de evoluir com algo que faça errado, o jogo é apenas um reflexo da nossa sociedade, sempre querendo um jeitinho para se dar bem, esse "Jeitinho brasileiro" é uma desculpa pra trapacear.

    ResponderExcluir
  55. Todos tem o que merecem do jeito que merecem. O povo reclama que o país é um merda sendo que eles são a parte mais central desse local. Quando falamos de corrupção não é só no congresso não, as mentes estão corrompidas e não vão mudar tão cedo, até porque, "se os outros fazem merda porque eu também não vou fazer?"

    ResponderExcluir
  56. Acho que o que tem que ser considerado é que jogos para os gringos são considerados coisas de "adulto" por isso são levados a sério, aqui é considerado coisas de criança e se alguém vive disso é chamado de: criança, sem infância, irresponsável e etc, por muitas pessoas, e por isso o Brasil não vai pra frente, prefere dar valor a pessoas que não querem nada com nada, pessoas que querem o pior do próximo, são essas pessoas que estão no comando do Brasil e são essas pessoas que são sustentadas e protegidas pelo governo, dando dinheiro para pessoas que não trabalham e para famílias de presos, em vez de investir em estudantes e pessoas que realmente trabalham e se esforçam para fazer o seu melhor pelos outros, ou pelo país, são tratados com desprezo...

    ResponderExcluir
  57. Oi galera, sou o autor do texto. Estou passando aqui só pra pedir desculpas caso eu tenha feedado durante algum jogo de LoL com vocês presentes. Sério. E obrigado por todos os feedbacks aqui.

    Um abraço,
    Hynx

    ResponderExcluir
  58. Não sei se vocês sabem, mas a maioria das pessoas que são "HUE BR" tem menos de 15 anos, nem tem pelo pubiano e já quer se achar o fodão.

    Na época do GB/ GC (antigo)/ RO, as pessoas dessa idade possuíam outro nível... Hoje em dia tá foda mesmo.

    Pelo menos no WOW/ Diablo III nunca tive problemas com esse publico XD

    ResponderExcluir
  59. Não sei se vocês tem alguma parceria com o Gamesfoda, mas também acho muito HUE BR BR essa kibagem de conteúdo dos sites que tem trabalho para escrever e divulgar um texto. Mesmo colocando no final um "Fonte:Gamesfoda", percebe-se que ele não foi usado como fonte, mas para cópia do conteúdo de forma integral.

    ResponderExcluir
  60. Excelente texto infelizmente essa é a mentalidade dos jogadores brasileiros

    ResponderExcluir
  61. Excelente texto, me deu uma reflexão muito boa sobre a propria sociedade brasileira, não somente nos jogos mas na vida real também.

    Continuem assim.

    ResponderExcluir
  62. Por mais que a maioria do público gamer brasileiro seja muito HU3 trollador e talz... Os estrangeiros fazem um preconceito enorme e já julgam alguém q seja brasileiro mesmo não fazendo nada... Um dia eu tava jogando War Z e fui atacado por um grupo de estrangeiros mandando: "Saiam daqui seus lixos dos jogos" (Meu amigo traduziu assim)
    Achei um absurdo pois nós também criamos uns monstros... Os estrangeiros !! Eles se tornaram tão brutos com a gente como nós com eles.

    ResponderExcluir
  63. Vale a pena ler até o final.Todo brasileiro já sofreu algum tipo de preconceito em jogos eletrônicos.Mas trollar só serve para diminuir mais ainda a nossa reputação.Se as pessoas te diminuem por ser BR,ganhe glória através de graça e habilidade.Nossos times profissionais ainda são pequenos,mas tem futuro.Um dia,quando através de nosso esforço,provarmos que somos capazes,provarmos que podemos ser tão bons como qualquer jogador do NA ou da Coréia,nós passaremos a ser respeitados.

    ResponderExcluir
  64. Desculpa não ter o que escrever, mas.. Ótimo texto, vale a pena ler. ^^

    ResponderExcluir
  65. Concordo,em parte,do que comentastes,mas devo descordar da parte de não querermos discutir ou criticar construtivamente algo que tenhamos gostado.Queremos sim,só não sabemos como,somos um povo que gosta de conversar e que tem facilidade para faze-lo,mas na internet é uma questão diferente,é muito difícil se expressar através da escrita,por o que quer realmente dizer no texto é complicado,então recorremos ao "rage" para criar um diálogo ou responder,eu mesmo tenho essa dificuldade em me expressar,acabando por dizer ou fazer algo que não queria direcionando fúria a alguém ou fazendo besteira no momento errado,fiz isso com minha mãe e com alguns amigos e me arrependo de cada vez que o fiz,admito que as vezes queria esquecer disto.Queremos responder,não sabemos como e pensamos que não temos nada de útil a responder,então acabamos por falar mal,para mudar isso não é necessário mostrar um problema obvio,mas sim propor soluções,como por exemplo,que tal um artigo que mostre como se expressar pelo chat(eu apreciaria muito isso)ou incentivar as pessoas a,quando tiverem a chance,discutirem sobre esse assunto com os amigos?P.S.: desculpe-me se no final pareceu que não gostei do seu texto,foi muito bom!

    ResponderExcluir
  66. Infelizmente é a verdade desse país. Eu joguei Tibia por mais de 5 anos (sim, Tibia, e defendo q ehh um MMO mt bom, complexo e que depende mt do jogador, mas não vem ao caso). De uns tempos pra cá, desanimei totalmente de jogar, pois se você joga em um server "gringo", vc não tem liberdade alguma, se vc joga em um server que é dominado pelos BRs, dificilmente consegue alguma coisa também. Sempre tem aquela briga de Br vs Br, Gringo vs Br...
    De fato, em todos os jogos online que ja passei, as pessoas tem uma espécie de "trauma" de BRs... Essa diferença pode ser notada inclusive no LoL. Você que joga no server BR e vai jogar no NA por algum motivo, vai ficar deslumbrado (como eu fiquei) com a diferença dos jogadores. Não são pessoas que mandam reportar a todo momento; raramente alguem trolla os picks por nao conseguir a lane que queria e etc. Por isso acho que os servers BRs geralmente são isolados, enquanto sempre tem um BR perdido em servers gringos.
    Muito boa matéria, mostra a realidade dos games nesse país. O problema é que uma parcela muito pequena da população gamer leva isso em consideração (se é que se pode chamar um troll de gamer).

    ResponderExcluir
  67. Cara, que texto, isso realmente é pura realidade

    O jeito é tentar nosso jeito de ser e ter uma esperânça que se espelhem nos bons jogadores.

    ResponderExcluir
  68. Excelente texto, muito bom mesmo, me convenceu de umas coisas e de outras a quais eu já tinha certeza. Enfim continue com o bom trabalho, por que eu ainda tenho fé nos bons jogadores.

    ResponderExcluir
  69. Eu sei muito bem como é isso x.x Participei do Beta do jogo Spirit Tales e me tornei top ranking do jogo e quando souberam que era br me massacraram e expulsaram da guilda T.T Adeus Batalhas globais x.x

    ResponderExcluir
  70. Infelizmente, para quem está fazendo faculdade de design de games como eu e meus colegas, vemos que não temos mtas chaces no nosso país justamente por causa dessa cultura "HUEHUEBR". Ou tentamos fazer um jogo indie (que talvez só faça sucesso mesmo no exterior, é o caso do jogo "Pesadelo" famoso jogo indie de terror brasileiro que só é famoso lá fora), ou mudamos pra outro país. é o que aconteceu com o design gráfico Carlos Saldanha, criador do esquilo da Era do Gelo, diretor do segundo filme e diretor de Rio. Ele só foi ficar famoso mesmo quando foi pros Estados Unidos. Eu realmente não desejo sair do Brasil, mas se eu não vier a conseguir o dinheiro que preciso, e o reconhecimento que eu e meus colegas precisamos, todos nós vamos sair do país e o mercado de games ainda vai estar em estado desgastante no Brasil.

    ResponderExcluir
  71. joguei uma partida que o j4 nosso jungle vou dar invade no amumu deles(no red) porem ele se ferrou pq amumu estava mais forte e o mid apareceu o top apareceu nosso mid tmb foi e nosso top tmb(nos estavamos no time azul) os 3 do nosso time morreram e ficaram falando(principlamente o mid pq o mid inimigo pegou fb) gg acabo o jogo sendo q era uns 5-6 min eu estava duo no bot com meu amigo no skype nos simplismente ignoramos mesmo sem o j4 ganka(pq a jungle dele tava bem ruim por conta do invade) eu(thresh) e meu amigo(de ez) contra o bot deles(blitz e vayne) demos um pau neles so pra ter uma idei la perto do late game meu adc tava 14/0 e a vayne 0/8 ou algo assim simplificando ganhamos bot ajudamos nosso time viramos a partida e ganhamos so pra explica pq to escrevendo isso e pq nao desistam quando acham q o jogo esta perdido(pq 3 do nosso time estavam quase desistindo e estavam ferrados em suas lane ou jungle mas nos 2 do bot conseguimos focar os objetivos e ganhamos)

    ResponderExcluir
  72. Cara a tempos que não leio uma critica tão bem elaborada e com argumentos de experiência que praticamente todos que tem uma paixão pelos games já passarão ou estão passando. Curt muito mano o site ta de parabéns

    ResponderExcluir
  73. Gostei muito da matéria bem escrita e elaborada meus parabens.Tem q mudar muitas coisas e a simples mudança das atitudes faz uma grande diferença, se começarmos a mudar nosso comportamento todo e resto vai mudar.

    ResponderExcluir

© Pwn3ed! Todos os direitos reservados | Design por Gradash adaptado apartir de Gradash